domingo, 05 de abril de 2020
84 98628 6001
Cidades

18/03/2020 às 19h10

19

Adrovando Claro

Natal / RN

Micromobilidade segura beneficia o trânsito na cidade
Recentemente a DEKRA lançou um novo padrão com uma abordagem que integra segurança e sustentabilidade
Micromobilidade segura beneficia o trânsito na cidade

A DEKRA, uma das principais organizações especializadas do mundo, apresentou recentemente seu novo Padrão de Micromobilidade — uma abordagem integrada de segurança e sustentabilidade para scooters eletrônicas e outros microveículos. O novo padrão compreende um total de mais de 120 itens de teste individuais em oito áreas. Os principais grupos-alvo dos serviços coletivos especializados são os provedores do setor "Mobilidade como serviço" — como empresas de aluguel de scooters eletrônicas — e cidades que oferecem sistemas de aluguel correspondentes em seus domínios de transporte.


O Padrão de Micromobilidade da DEKRA foi desenvolvido nos últimos meses em consulta com vários especialistas internacionais da empresa em, entre outras coisas, segurança veicular, homologação, testes de produtos e conectividade. O desenvolvimento foi coordenado pela DEKRA Digital GmbH. A subsidiária — fundada em 2018 — mantém contatos estreitos com muitas startups, incluindo vários fornecedores de micromobilidade. Um parceiro importante no desenvolvimento do padrão foi o fornecedor Circ, que atualmente oferece aluguel de scooters eletrônicas em 40 cidades ao redor do mundo.


"A DEKRA promove segurança há mais de 90 anos. A questão da micromobilidade é altamente relevante nas cidades do mundo e se tornará ainda mais importante no futuro. Como parceiro global de um mundo seguro, queremos contribuir com nosso conhecimento especializado e expertise neutra para garantir maior segurança e sustentabilidade aos novos conceitos de mobilidade", diz o Dr. Kerim Galal, diretor administrativo da DEKRA Digital GmbH.


Os padrões de segurança atuais e as regras para o uso dos novos serviços de mobilidade diferem não apenas de país para país, mas também de cidade para cidade, e é por isso que os regulamentos desempenham um papel decisivo na garantia da segurança desses serviços. Embora a micromobilidade seja vista por muitos como um alicerce para conceitos pioneiros de mobilidade, os novos veículos também trazem novos riscos em situações de tráfego já complexas.


No Brasil, as scooters elétricas têm se multiplicado como meio de locomoção em várias cidades e geram discussões sobre a segurança na mobilidade urbana. Entre janeiro e maio de 2019, foram registrados 125 acidentes envolvendo microveículos na cidade de São Paulo. Por esse motivo, a prefeitura da cidade regulamentou algumas normas obrigatórias, entre elas o uso do capacete e a circulação desses veículos somente em ciclofaixas e ciclovias com velocidade máxima de 20 km/h, sendo proibido circular em calçadas.


Algumas dificuldades levaram determinadas operadoras a reduzirem as operações no país. Uma das causas é a falta de infraestrutura adequada, como ampliação das ciclofaixas e ciclovias.


Portanto, para chegar a um modelo de segurança de micromobilidade, a DEKRA examinou as ofertas de mobilidade em diferentes ângulos importantes. Os especialistas da companhia analisaram detalhadamente as oito áreas a seguir, que dependem, em parte, dos requisitos legais locais:


1. Projeto técnico do veículo: chassis e rodas, freios, iluminação, dinâmica de condução, segurança elétrica, segurança da bateria, substâncias nocivas, compatibilidade eletromagnética, segurança funcional, conexões sem fio etc.


2. Produção, transporte e montagem do veículo: gestão da qualidade, saúde e segurança no trabalho, proteção ambiental etc.


3. Autoridades, seguros e infraestrutura: seguros, vagas de estacionamento designadas/permitidas, cercas geográficas (por exemplo, não permitir veículos em zonas de pedestres), limite de idade para os usuários etc.


4. Segurança de TI e proteção de dados: segurança de dados, segurança de rede, proteção de dados etc.


5. Treinamento e comportamento do usuário: treinamento do usuário em um aplicativo/on-line, recomendações para equipamentos de proteção (capacete), informações sobre regulamentos de tráfego rodoviário aplicáveis, marketing responsável etc.


6. Uso e aplicação dos veículos: fornecimento dos veículos, integração nos serviços de transporte público local, notificação e investigação de acidentes, padrões ambientais etc.


7. Manutenção e armazenamento: intervalos de manutenção para veículos e infraestrutura de carregamento, relatórios e reparos de danos, feedback para desenvolvimento de veículos, treinamento de funcionários, segurança ocupacional, proteção contra incêndio etc.


8. Reciclagem: ciclo de vida, reciclagem de materiais, reutilização de peças etc.


O Padrão de Micromobilidade da DEKRA foi divulgado na sexta reunião da Rede de Ruas das Cidades Mais Seguras do Fórum Internacional de Transportes e do POLIS, em Lisboa, em outubro de 2019. POLIS é uma rede de cidades e regiões europeias. "A resposta dos representantes da cidade à nossa abordagem foi muito positiva. O interesse confirma a importância desta questão e mostra que a DEKRA é o parceiro certo para a micromobilidade segura", complementa o Dr. Kerim.


Os testes iniciais de acordo com o novo Padrão de Micromobilidade da DEKRA estão agendados para 2020.


Sobre o Grupo DEKRA


A DEKRA atua no campo de segurança há mais de 90 anos, empregando, atualmente, mais de 46 mil pessoas em aproximadamente 60 países nos seis continentes. Fundada em 1925, em Berlim, como Deutscher Kraftfahrzeug-Überwachungs-Verein e.V., é hoje uma das principais organizações especializadas do mundo.


Como especialista qualificada em serviços independentes, a organização trabalha para a segurança na estrada, no trabalho e em casa. Esses serviços variam de inspeção de veículos e avaliações de peritos a serviços de sinistros, inspeções industriais e de construções, consultoria de segurança, testes de certificação de produtos e sistemas, bem como a capacitação de capital humano para o mercado de trabalho global. A visão para o 100º aniversário da empresa, em 2025, é que a DEKRA será o parceiro global para um mundo seguro.


 

FONTE: Euracy Campos

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium