Terça, 28 de junho de 2022
84 98628 6001
Educação

11/04/2022 às 09h57

60

Adrovando Claro

Natal / RN

RN sedia mobilização popular e social em defesa da Educação
Segunda edição da Conferência Nacional Popular de Educação acontece em Natal entre os dias 15 e 17 de julho
   RN sedia mobilização popular e social em defesa da Educação
foto: Raiane Miranda

Reconhecida mundialmente, a inegável importância do Patrono da Educação do Brasil, Paulo Freire, será celebrada na Segunda Conferência Nacional Popular de Educação. Com realização autorizada pela governadora Fátima Bezerra, por meio do Decreto Nº 31.113, de 23 de novembro de 2021, o evento será sediado na capital potiguar entre os dias 15 e 17 de julho. As pautas e os compromissos da edição de 2022 foram reafirmados em reunião na tarde desta sexta-feira (08) com a chefe do Executivo do Rio Grande do Norte e as coordenações nacional e local da Conape.


“Importante a gente ver aqui as entidades que estão à frente da mobilização, todas empenhadas, e, ao mesmo tempo, o governo cumprindo com o seu papel para que tenhamos toda a logística e infraestrutura necessária para acolher essa importante mobilização do ponto de vista social e popular, em defesa da retomada da agenda em prol da educação”, afirmou a governadora Fátima Bezerra em audiência com as entidades organizadoras da Conape 2022 na sala de reuniões da Governadoria, em Natal.


Em harmonia com a plataforma da educação no Estado do Rio Grande do Norte, a Conape tem como tema a “Educação pública e popular se constrói com democracia e participação social: nenhum direito a menos e em defesa do legado de Paulo Freire” e se insere no esforço de prestigiar o Estado do Rio Grande do Norte ao longo do Centenário de Paulo Freire (2021-2022).



“Vamos cumprir com esse papel histórico. Que Natal, a partir do dia 15 de julho, possa ser transformada
 na capital da luta no Brasil em defesa da educação pública sob a inspiração de Paulo Freire”, ressaltou Fátima Bezerra.


Segundo a secretária adjunta da Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Seec), Márcia Gurgel, “está tudo sendo encaminhado e estamos na expectativa de ter uma Conferência realmente que renove as energias das discussões para que conquistemos a retomada do Plano da Educação, com a perspectiva de termos as metas projetadas para 10 anos. Em relação à essa lacuna que tivemos, de seis anos, que possamos fazer um novo diagnóstico e relançar os dados, reabrindo os debates que já estavam sendo acumulados.”


A Conape 2022 tem a intenção de contribuir para a reconstrução do país”, afirmou o coordenador executivo da FNPE, Heleno Araújo, ao falar da centralidade da Conape 2022 que gira em torno da defesa do Plano Nacional de Educação (PNE), da agenda de instituição do Sistema Nacional de Educação (SNE) e da defesa do Estado democrático de direito e dos direitos sociais.



A professora Ruth Regis, presidente do Fórum Estadual da Educação (FEE/RN), falou dos desafios “para articular a entidades ligadas ao campo da educação e os movimentos sociais na mobilização pela reconstrução do país frente aos retrocessos”.


Ela deu um panorama sobre a realização das conferências intermunicipais populares de Educação realizadas no RN - organizadas pelo FEE/RN, em 10 polos regionais que congregaram os 167 municípios, com participação total de mais de mil pessoas, entre elas delegados, convidados e observadoresA etapa estadual foi realizada nos dias 10 e 11 de março.


Acompanharam a governadora Fátima Bezerra durante a audiência o vice-governador Antenor Roberto, a secretária adjunta do Gabinete Civil, Socorro Batista, a equipe da Seec: Magnólia Margarida, Regina Pinheiro e Glauciane Pinheiro.


 


Participaram, ainda, o presidente do PROIFES-Federação, Nilton Brandão; o secretário executivo do FNPE, Walisson Araújo; representante da Anpae, Luis Dourado; o diretor do ADURN-Sindicato, Dárlio Texeira; os coordenadores-gerais do Sinte-RN, Bruno Vital e Ionaldo Tomaz.


 


Conape


 


A primeira edição da CONAPE ocorreu em 2018, em Minas Gerais/BH.


 


A Conferência Nacional Popular de Educação é um espaço de resistência e luta pela democracia, pela educação pública e popular, gratuita, laica, inclusiva e de qualidade social, com gestão pública, articulada pelas 40 entidades que formam o Fórum Nacional Popular de Educação (FNPE).


 


A etapa nacional ocorre sob coordenação do FNPE, articulação com o FEE/RN, e coordenação executiva da ANPAE,  Federação de Sindicatos de Professores e Professoras de Instituições Federais de Ensino Superior e de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (PROIFES), Confederação Nacional dos Trabalhadores em educação (CNTE), Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG), Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimento de Ensino (CONTEE), Central única dos Trabalhadores (CUT), Federação de sindicatos de trabalhadores técnico-administrativos em educação das instituições de ensino superior (FASUBRA), Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED) e União Nacional dos Estudantes (UNE).

FONTE: Ascom - RN

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium