domingo, 23 de janeiro de 2022
84 98628 6001
Cultura

28/11/2021 às 09h22

48

Adrovando Claro

Natal / RN

Grupo de estudos do IHGRN pesquisa história de mulheres do Rio Grande do Norte
As atividades começaram em 18 de agosto, data do primeiro encontro
Grupo de estudos do IHGRN pesquisa história de mulheres do Rio Grande do Norte

O Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte (IHGRN) retoma às atividades do seu Grupo de Estudos. O tema da pesquisa atual é a história de mulheres do Rio Grande do Norte. O objetivo final é a produção de estudos biográficos de mulheres norte-rio-grandenses pioneiras e que se destacaram em suas áreas de atuação.


Iniciado em 2019, quando produziu uma pesquisa sobre os institutos históricos do Brasil que resultou em um trabalho pioneiro, Institutos Históricos e Geográficos do Brasil,  a proposta do grupo de estudos para 2021-2022, é levantar, escrever e apresentar histórias de mulheres ainda desconhecidas do grande público. Entre os nomes a serem pesquisados, a considerada a primeira jornalista do Rio Grande do Norte, Úrsula Barros (1864-1905); a poeta, jornalista e musicista, Etelvina Antunes de Lemos (1885-1963); e a empresária Amélia Duarte Machado (1881-1981).


O Grupo conta com a participação de Gustavo Sobral, coordenador do Grupo; do atual diretor de Biblioteca, Arquivo e Museu (BAM) da Instituição, André Felipe Pignataro, e do coordenador da BAM, Pedro Simões; da equipe de comunicação, integradas pela jornalista Marcela Bulhões e pela bacharel em Direito, Maria Simões; e com a participação da sócia efetiva, a pesquisadora e escritora, Elza Bezerra.


O grupo trará para discussão, entre outros textos de apoio, o trabalho da jornalista espanhola Rosa Montero, Nós, mulheres para pensar a perspectiva da mulher na história e as possíveis formas de estudar e escrever histórias de mulheres.  As atividades começaram em 18 de agosto, data do primeiro encontro.


Mas esta não é a primeira iniciativa atual do IHGRN para valorizar a história de mulheres, o  passo inicial veio por iniciativa de Gustavo Sobral e André Felipe Pignataro com a descoberta da história das doadoras de peças ao acervo do Instituto, quais sejam: Sinhá Galvão, Neusa Guerra e Clara Soares, no processo de estudo das peças do acervo que integra a série de textos para o jornal Tribuna do Norte que vêm sendo publicados semanalmente no espaço cativo do Instituto no jornal.


O Grupo de Estudos


O Grupo de Estudos foi criado em 2019 por Gustavo Sobral, enquanto Diretor de Biblioteca, Arquivo e Museu da Instituição, e contou com a participação de colaboradores da Instituição. O intuito do Grupo é debater assuntos relacionados à pesquisa e às atividades da Biblioteca, Arquivo e Museu, leitura e discussão de textos em torno de diversas temáticas, bem como a recepção de convidados para explanar sobre temas de suas áreas de interesse. A pesquisa sobre os Institutos Históricos estaduais do Brasil, realizada entre fevereiro e junho de 2019, resultou em uma publicação em livro sob forma de verbete de um histórico de cada um dos institutos geográficos estaduais do Brasil.


O Instituto


O Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande, fundado em 1902, é a mais antiga instituição cultural do Estado. Abriga a biblioteca, o arquivo e o museu mais longevos em atividade no solo potiguar. Promove exposições, palestras e atividades voltadas à manutenção e divulgação da cultura, história e geografia norte-rio-grandense e publica a sua revista desde 1903, sendo a mais antiga ainda em circulação no Estado.


 


 


 


 

FONTE: IHGRN - Assessoria de Comunicação

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium