domingo, 18 de abril de 2021
84 98628 6001
Tecnologia

25/02/2021 às 17h06

36

Adrovando Claro

Natal / RN

Estudo da IBM mostra que mudanças voluntárias de emprego e busca por capacitação podem ser maiores em 2021
IBM expande sua plataforma online gratuita SkillsBuild, programa de aprendizagem para ajudar quem está em busca de trabalho e outros a ter êxito
  Estudo da IBM mostra que mudanças voluntárias de emprego e busca por capacitação podem ser maiores em 2021

Um novo estudo do IBM Institute for Business Value (IBV) revelou que um em cada quatro consumidores pesquisados globalmente planeja mudar de empregador em 2021. Mesmo com a economia global tendo uma perda equivalente a 255 milhões de empregos em tempo integral em 2020*, o estudo mostra que as mudanças voluntárias de trabalho e o desenvolvimento de habilidades continuam sendo uma prioridade no mercado de trabalho atual, já que os funcionários podem estar buscando mudanças de carreira devido a interrupções causadas pela pandemia COVID-19.


O estudo com mais de 14.000 adultos em todo o mundo também mostrou que muitos daqueles que fizeram mudanças de emprego voluntariamente em 2020 podem mudar novamente em 2021 por muitos dos mesmos motivos. As descobertas no Brasil incluíram:


• No Brasil, 1 em cada 10 pessoas que responderam à pesquisa deixou o emprego voluntariamente no ano passado durante a pandemia. Os principais motivos pelos quais os entrevistados decidiram pedir demissão foram:


• 29% precisavam de mais flexibilidade de horário ou de local de trabalho (por exemplo, capacidade de trabalhar remotamente para lidar com as demandas da família);


• 26% buscavam mais benefícios e suporte para seu bem-estar;


• 23% disseram que não tinham boas perspectivas de progressão na carreira ou segurança no emprego;


• 31% dos brasileiros pesquisados disseram que planejam mudar de emprego em 2021. As razões mais comuns são para buscar de aumento salarial ou promoção (33%), mais benefícios e suporte para seu bem-estar (29%), para mudar de profissão (27%) ou ter um trabalho com mais propósito e significado (25%); 23% disseram que estava enfrentando um burn out (esgotamento mental).


Os empregadores continuam a enfrentar desafios para atrair, reter e envolver candidatos e funcionários, especialmente da Geração Z e da Geração Y, diz Kelly Ribeiro, Líder de Talento e Transformação da IBM para a América Latina. "A boa notícia é que tenho visto experiências de sucesso em empresas da América Latina que estão adotando uma abordagem analítica e baseada em dados com IA para enfrentar esse desafio e também para entender, personalizar e antecipar melhor as necessidades dos funcionários", completa.


Os funcionários valorizam oportunidades de carreira e a ética e os valores das empresas


No Brasil, 52% dos consumidores pesquisados disseram que para engajar os funcionários é preciso gerar oportunidades de desenvolvimento e ascensão na carreira. Quase a mesma porcentagem acredita que a ética e os valores da empresa (51%) também são um atributo chave. A remuneração e benefícios competitivos (46%) bem como o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal/flexibilidade (44%) também foram mencionados como prioridades.


Existe uma lacuna de percepção entre empregadores e funcionários sobre suas habilidades


De acordo com um estudo do IBV de 2019 sobre o gap global de habilidades, 45% das organizações pesquisadas indicaram que não conseguem encontrar as habilidades de que precisam. Mas a recente pesquisa de consumidor do IBV divulgada hoje mostrou confiança por parte dos trabalhadores: 87% dos profissionais acreditam que já possuem as habilidades necessárias para cumprir suas metas de emprego para 2021. Apesar dessa confiança, a maioria dos funcionários continua planejando medidas para melhorar suas habilidades para o futuro.


• 58% dos pesquisados no Brasil afirmaram que pretendem fazer cursos de educação continuada online;


• 36% dos consumidores entrevistados planejam fazer cursos presenciais;


• 35% querem participar de programas de shadowing profissional.


IBM expande sua plataforma de aprendizagem online gratuita SkillsBuild


Para ajudar os indivíduos a desenvolver habilidades para o futuro, a IBM está lançando o SkillsBuild, uma plataforma de aprendizagem online gratuita e aberta que visa capacitar os candidatos a empregos com preparação profissional para habilidades técnicas e de trabalho. Seus principais diferenciais incluem um amplo portfólio de cursos interativos em vários idiomas, ferramentas de treinamento pessoal, oportunidade de desenvolver projetos de construção de portfólio e ganhar credenciais para mostrar suas habilidades a empregadores em potencial.


Os alunos que acessam a plataforma podem realizar uma autoavaliação de seus interesses e aptidões no emprego, o que os ajuda a identificar e se conectar com uma jornada de aprendizagem adaptada ao seu perfil profissional. As possibilidades de aprendizagem e certificações que eles podem obter abrangem áreas como segurança cibernética, análise de dados, atendimento ao cliente, habilidades de carreira e as bases pra se candidatar a vagas de empregos, entre outras. Alguns dos parceiros de conteúdo da IBM incluem Fortinet e Red Hat.


A pandemia do COVID-19, combinada com o rápido desenvolvimento tecnológico, está mudando profundamente o local de trabalho. Ao mesmo tempo, as empresas buscam cada vez mais talentos fortes e diversificados", disse Justina Nixon-Saintil, vice-presidente da IBM e chefe global de responsabilidade social corporativa. "O IBM SkillsBuild oferece aos aspirantes a profissionais um poderoso conjunto de recursos gratuitos para ajudá-los a cultivar carreiras significativas das quais possam se orgulhar.


Metodologia do estudo


Para entender melhor os planos e motivações dos consumidores para deixar ou ficar com seus empregadores e investir em seu próprio desenvolvimento profissional, a IBM entrevistou mais de 14.000 adultos em janeiro de 2021 em 9 países: Brasil, Canadá, China, Alemanha, Índia, México, Espanha, o Reino Unido e os Estados Unidos. O estudo completo está disponível em: https://www.ibm.com/thought-leadership/institute-business-value/report/employee-expectations-2021.


* Segundo a Organização Internacional do Trabalho, em 2020, foram perdidas 8,8% das horas de trabalho globais em relação ao quarto trimestre de 2019, o equivalente a 255 milhões de empregos de tempo integral.

FONTE: Comunicação IBM

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium