Quarta, 21 de outubro de 2020
84 98628 6001
Saúde

17/10/2020 às 13h38

15

Adrovando Claro

Natal / RN

Sedentarismo está entre os fatores que levam ao câncer de mama
Fique por dentro das atividades que ajudam a sair do sedentarismo e a prevenir a doença
 Sedentarismo está entre os fatores que levam ao câncer de mama










O câncer de mama está entre os tipos de cânceres que mais atinge mulheres em todo o mundo. No Brasil, é o segundo mais presente na população geral, ficando atrás somente do melanoma.

O outubro rosa 2020 visa conscientizar as mulheres sobre as práticas de prevenção e diagnóstico precoce da doença.

As hashtags “#SeTocaMenina” e “#QuemSeAmaSeCuida” fazem parte de movimentos mundiais que abraçam essa causa.

A Biblioteca Virtual em Saúde, do Ministério da Saúde, divulga que os casos de câncer na população feminina no Brasil chegam a 29%, enquanto no mundo essa taxa é de 25% ao ano.

A prevenção do câncer de mama inclui o autoexame, a mamografia, sobretudo para pacientes consideradas de risco, além da prática regular de atividade física.

Outubro Rosa 2020 – Atividade física e a prevenção contra o câncer de mama

De acordo com um estudo publicado na revista Nature, em 2015, com a colaboração do Ministério da Saúde, 10 mulheres vítimas do câncer de mama poderiam ter a vida poupada se praticassem pelo menos 30 minutos de atividade física todos os dias.

A pesquisa ainda revela que a prática de atividade física se mostrou importante no metabolismo dos hormônios relacionados ao câncer de mama. A atividade física é indicada até para pacientes com diagnóstico de câncer de mama como auxiliar no tratamento, apresentando melhoras no quadro.

Dentre os fatores de alerta para o câncer de mama está o consumo abusivo de álcool, dieta rica em açúcar, fumar, obesidade ou sobrepeso.

Como sair do sedentarismo?

O primeiro passo é muito importante para sair do sedentarismo. A caminhada é a atividade física mais indicada, pois não exige preparo físico e pode dar inicio a rotina de exercícios.

Qualquer pessoa pode realizar caminhadas sem nenhuma restrição, diferente de muitos exercícios que já exigem algum condicionamento.

Outra dica para quem deseja abandonar o sedentarismo durante e após o outubro rosa 2020 é a prática de krav magá para mulheres.

Além de proteger a saúde, ainda vai aprender a se defender contra ataques e situações violentas. O krav magá treina a aluna para se defender, não incentiva a violência e deve ser colocado em prática somente em situações em que a pessoa está em risco.  

O instrutor de krav magá e membro da Federação Sul Americana de Krav Magá, Dionésio Mariosi, orienta que a defesa pessoal pode ser realizada por mulheres de todas as idades, biótipo e gênero, sem restrições.

As técnicas de krav magá ensinam a atacar os pontos sensíveis do oponente, não requer preparo físico. “No krav magá a aluna é preparada para sair de qualquer situação de violência no cotidiano. Uma defesa que todo ser humano pode aprender para autoproteção”.

O instrutor pontua que diferente das artes marciais, o krav magá não é uma competição e no lugar de movimentos que requerem alta flexibilidade e condicionamento, utiliza técnicas específicas em pontos sensíveis do corpo do oponente.

Além da autodefesa são aplicados exercícios aeróbicos para aquecimento. Como em toda prática de atividade física, vai trabalhar os sistemas cardiorrespiratórios, fortalecimento dos músculos e maior flexibilidade.

A atividade física previne não só o câncer de mama, como outros tipos de cânceres por ter participação no funcionamento saudável das atividades hormonais, fortalecendo as defesas do corpo e prevenindo contra a obesidade, outro fator de risco para a doença.

Atividades físicas moderadas para sair do sedentarismo:

Substituir o elevador por escadas;

Caminhar todos os dias de 20 a 30 minutos;

Andar de bicicleta;

Nadar;

Krav maga.

Outubro Rosa 2020 – quais são os sinais de alerta em relação ao câncer de mama?

 

Nódulo endurecido na região da mama;

Nódulo que parece crescer na região da axila;

Secreção com um pouco de sangue na região dos mamilos;

Formação de crostas e feridas próximas à região da mama;

Mamilo invertido;

Dor intensa na região da mama ou mamilos.

Mulheres devem ter maior atenção após os 45 anos de idade, realizando o autoexame e de preferência a mamografia pelo menos uma vez ao ano.

O câncer de mama é prevalente a partir dos 45 anos, o que não exclui diagnósticos em mulheres mais jovens. Em casos de câncer na família, recomenda-se maior vigilância.

Prevenir o câncer de mama e alertar para os diagnósticos precoces é um dos princípios da campanha outubro rosa 2020. Atitudes simples no dia a dia podem diminuir os riscos e atuar combatendo diversas doenças.








 

FONTE: Daiana Barasa

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium