Quarta, 21 de outubro de 2020
84 98628 6001
Economia

13/10/2020 às 15h58

69

Rosinaldo Vieira

Natal / RN

Como gerar renda neste momento de pandemia
Em meio a crise, o mercado de vendas diretas cresceu 40%
Como gerar renda neste momento de pandemia
Consultor Ednaldo Lins ensina como vencer na crise

Por Rosinaldo Vieira


 


Você que é trabalhador, empresário e até que esteja desempregado, o que tem feito para se reinventar neste ano de 2020 em que a pandemia provocou o fechamento de muitas empresas e a perda de milhões de empregos? Saiba que, mesmo diante da crise, muitas empresas e empreendedores cresceram e aqui vamos mostrar como.


Vamos começar primeiro mostrando o impacto da realidade atual com a pandemia. Só para se ter uma ideia do forte impacto que a crise provocou na economia brasileira, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), realizou a “Pesquisa Pulso Empresa: Impacto da Covid-19, nas Empresas”, constando que até julho de 2020, de cada 10 empresas, 4 fecharam por conta dos impactos da pandemia.


Os dados da pesquisa mostram que de 1,3 milhão de empresas que fecharam até meados de junho de 2020, ou 522,6 mil (40%), que tiveram como principal motivo a pandemia do novo coronavírus.


O problema atingiu principalmente os segmentos de serviços (258,5 mil empresas – 49,5%), do comércio (192 mil empresas – 36,7%), da construção civil (38,4 mil empresas – 7,4%) e ainda na indústria (33,7 mil empresas – 6,4%).


 


Desempregados


O IBGE também divulgou dados do impacto da pandemia no mercado de trabalho, através da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), constatando que até julho de 2020, o Brasil registrou 13,1 milhões de desempregados, ou 13,8% da força de trabalho ativa do país, mostrando que no período foram perdidos 8,9 milhões de empregos.


Outro dado interessante, é que com a pandemia no país diminuiu em 7,2 milhões de pessoas ocupadas (8,1%), alcançando 82 milhões de pessoas ativas, enquanto que em janeiro de 2020, antes do início da crise, eram 94,2 milhões de pessoas ocupadas.


 


Crescendo diante da crise


Mesmo diante destes dados, alguns setores continuaram crescendo e se desenvolvendo. Vamos aqui citar o exemplo do segmento de vendas diretas, em que consultores/ empreendedores, vendem produtos diretamente da fábrica para o consumidor final.


Segundo dados da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), em julho deste ano, se comparado com o mesmo período do ano passado, o setor teve um aumento nas vendas de 38,9%. E também uma elevação no número de revendedores em 21%.


Estes números foram alcançados porque rapidamente o setor conseguiu se reinventar, seja adotando os recursos digitais, como reuniões on-line, vendas por e-commerce, trabalho em home office. Diferentemente de outros segmentos, os profissionais de vendas diretas, têm mais flexibilidade para se adaptar nestes momentos de crise.


Uma das empresas do segmento que crescerem neste período foi a Hinode, que alcançou um aumento no seu faturamento global (incluindo além do Brasil, o Peru, Equador, Bolívia, México e Colômbia, onde a empresa atua), de acordo com o presidente da companhia, Sandro Rodrigues, de 127% desde abril de 2020.


Além disso, de acordo com dados da revista norte-americana, Direct Sellings News, especializada em assuntos ligados a vendas diretas globais, na sua lista anual das maiores empresas do segmento do mundo, a Hinode é listada como a 29ª Empresa de vendas diretas em faturamento, com 528 milhões de dólares, equivalente a R$ 2,5 bilhões.


 


Consultores


Segundo Ednaldo Lins, consultor da Hinode em Natal, no Rio Grande do Norte, a empresa tem crescido por conta do modelo de consumo inteligente, em que a pessoa faz o que sempre fez durante toda a vida, que é consumir produtos e ainda ganha dinheiro com isso.


“E também ganha com a criação de redes de consumidores ligados direta ou indiretamente a cada consultor”, explica Ednaldo, que todas às quartas-feiras e aos sábados, às 20h30, pelo Youtube e pela plataforma de videoconferências Zoom, participa de apresentações deste modelo de negócio, que, segundo ele, é acessível a qualquer tipo de pessoa, independente de seu grau de escolaridade ou condições econômicas.


Mais informações sobre o consumo inteligente:


+55 84 98733 4107


+55 84 98829 7431


+55 84 9907 5307

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Cinema

Cinema

Blog/coluna Tudo sobre cinema.
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium